Pages Navigation Menu

SINAIS DO TRABALHO DE PARTO

FONTE – ATMOSFERA FEMININA

Sinais de trabalho de parto

Da Redação22/10/2013

O tão esperado dia está se aproximando. As malas já estão prontas e a ansiedade a mil, afinal, depois de meses de espera, não vemos a hora de ter o nosso bebê nos braços. Mas você sabe reconhecer os sinais de que o parto está se aproximando? Eles podem variar um pouco de mulher para mulher, e mesmo de parto para parto. Muitas dúvidas? A Dra. Rosane Rodrigues, ginecologista, obstetra e especialista em reprodução humana, ajuda a esclarecer as mais comuns. Confira.
Quando surgem os primeiros sinais de trabalho de parto?
“O trabalho de parto começa a ser contado a partir das primeiras contrações da gestante, que podem até mesmo ser confundidas com gases ou outros sinais semelhantes, e ele só termina quando a paciente sai da mesa cirúrgica e vai para o quarto receber seu bebê. Daí em diante inicia-se a fase do pós-parto, pois a mãe já concebeu a criança”, explica a Dra. Rosane. O corpo começa a se preparar para o nascimento semanas antes. Nesse período, começam algumas contrações irregulares e não muito frequentes, o chamado falso trabalho de parto. Mantenha a calma e procure relaxar, é o seu corpo treinando para o grande dia.
Quais são eles?
Além dessas pequenas contrações, existem algumas características específicas que poderão ajudar a gestante a identificar os sinais do trabalho de parto:
• O colo torna-se cada vez mais fino, macio e dilatado, o que é confirmado por meio do toque pelo obstetra.
• Ocorrem contrações em intervalos regulares e cada vez menores e mais intensas.
• Dor constante na parte inferior das costas, semelhante às cólicas pré-menstruais.
• Surgimento de uma pequena mancha de sangue.
• Rompimento da bolsa, mas só se houver contrações. Se as contrações não estiverem presentes, você provavelmente terá que passar por uma indução ou cesariana depois de algumas horas, já que o bebê pode ficar mais vulnerável a infecções.
Quando procurar o médico?
É bem provável que você e seu obstetra já tenham conversado sobre quando deve avisá-lo se acha que está entrando em trabalho de parto. Na dúvida, não hesite em contatá-lo. “É bem provável que ele a oriente sobre o procedimento correto que você deve seguir, mas, em caso de dúvida, procure uma maternidade mais próxima – se for alarme falso, eles a encaminharão de volta pra casa, mas, se não for, você já terá atendimento especializado da equipe médica”, orienta a Dra. Rosane. “Muitas mulheres esperam que a bolsa se rompa para ir até a maternidade, mas esse é um pensamento errôneo, já que muitas delas não têm o rompimento da bolsa, e o médico precisa estourá-la minutos antes da saída do bebê”, explica.
Alerte seu médico
Ao sentir um aumento na pressão pélvica, apresentar sangramento vaginal e/ou secreção abundante ou notar diminuição acentuada no nível de atividade do bebê.
Para aquelas que estão passando pela situação pela primeira vez, o trabalho de parto costuma durar até 16 horas. Já na segunda gestação, esse período fica em torno de 7h ou 8h. “Ao chegar esse momento é ideal tentar manter a calma e relaxar. Se estiver sozinha, não se desespere, as contrações logo irão passar e você terá tempo o bastante para pedir ajuda e ser encaminhada para o hospital”, aconselha a médica.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>